Telefone: (54) 3232-2779 Telefone: (54) 9 9191-8004
Endereço: Rua Pinheiro Machado, nº 719 - Sala 502 - Sarasvati - Vacaria/RS - 95200-000

Difteria

O que é

Também conhecida como Crupe, a difteria é uma doença infecto contagiosa causada pela bactéria Corynebacterium diphtheriae, que se instala no nariz, nas amídalas, na laringe, na faringe e chega até, por vezes, nas mucosas e na pele.

 

Causas

A difteria pode ser transmitida pela respiração, pela saliva ou pelo contato físico. Por vezes, o contágio também ocorre através do consumo de leite cru.

Nas crianças a difteria costuma ocorrer após gripes e resfriados, onde as mesmas não foram devidamente imunizadas.

 

Sintomas

Os principais sintomas da difteria são as placas pseudomembranosas acinzentadas que surgem nas amígdalas e por consequência a dor e a inflamação na garganta, a febre que alterna entre 38 e 40 graus, dor de cabeça, cansaço, prostração, corrimento nasal; náusea; asfixia mecânica, entre outros.

 

Tratamento

Por ser causada por uma bactéria a difteria é tratada com antibióticos, que devem ser iniciados tão logo tenha-se o diagnóstico. O ideal é que o paciente se isole das outras pessoas e que seja ministrada o soro antidiftérico.

Em alguns casos, onde há a obstrução do canal respiratório, em casos de emergência é necessária a realização de uma traqueostomia.

Para ter um diagnóstico assertivo em relação a apresentação dos sintomas, procure um médico. Evite a automedicação.

 

Prevenção

A forma mais eficaz para prevenir a difteria é através da vacinação. Tanto a pentavalente como a tríplice bacteriana podem ser aplicadas.

A vacina tríplice bacteriana que previne doenças como tétano, difteria e pertussis acelular é indicada para crianças com até 7 anos de idade. Após essa idade, a vacina da tríplice bacteriana acelular do tipo adulto é a mais indicada.

Há ainda a vacina pentavalente, indicada para imunização ativa de crianças a partir de dois meses de idade contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e doenças causadas por Haemophilus influenzae tipo b.

Está em dúvida? Fale conosco

Seu nome:*

Seu e-mail:*

Seu telefone:

Serviço:

Sua mensagem: